BLOG

Já pode fotografar?

Algo que anda atormentando a cabeça de todos os fotógrafos (e profissionais liberais de qualquer área) é: quando voltar? Vivemos uma pandemia, catastrófica, com alto índice de mortes, principalmente no estado de São Paulo. Por mais que eu seja fotógrafo e trabalhe com isso, penso que não seja um serviço essencial para retomar imediatamente, mas será que outros profissionais também pensam assim?


Quando acabou o BBB, na mesma semana apareceu no site da globo.com um ensaio com a participante Manu Gavassi. Fiquei pensando "poxa, pegaram um ensaio com ela e publicaram, para ilustrar a entrevista". Era uma sessão linda, feita pela talentosa fotógrafa Isabella Pinheiro, com toda uma produção envolvida, de Alice no País das Maravilhas. Ao final do ensaio, havia um vídeo, com making of das fotos, e para a minha surpresa, a fotógrafa e iluminador, que apareciam nas cenas, estavam de máscara! Opa! Antes do BBB começar não havia a pandemia, logo, a sessão fora feita no pós BBB!

Cena capturada do making of. reparem na máscara da fotógrafa

Não estou criticando o trabalho da formidável fotógrafa e sua equipe, que provavelmente é contratada do site, minha questão mesmo vem em relação à emissora Rede Globo, que tanto prega a importância de ficar em casa em seus telejornais e programas de TV, deslocar uma equipe inteira (maquiador, cenógrafo, etc.) para fazer uma sessão fotográfica de uma ex BBB. Fica evidente que a sessão foi feita de forma segura, que as pessoas estão com máscaras, em ambiente protegido, sem contato e com distância. Mas afinal, todas as sessões fotográficas que não envolvam fotógrafos tarados, não têm contato físico e podem ser sim feitas com esse tipo de segurança.


Curioso, acionei duas locações famosas em São Paulo, na semana passada, e questionei se estavam trabalhando normalmente. Disseram que sim. Perguntei da disponibilidade de horários na sexta-feira, e em ambas ouvi a resposta "está lotado". A realidade é que embora muitas pessoas estejam se esforçando para ficar em casa e respeitar a quarentena, outras pessoas estão atuando, e honestamente, não sei o que é certo ou errado, cada um sabe aonde o calo aperta, quando as contas chegam ou a barriga ronca e não tem dinheiro para pagar as despesas.


Evidente que o ensaio da Manu, assim como das outras duas BBBs finalistas, eram totalmente desnecessários, a Globo não precisava fazê-los e a fotógrafa que não tinha nada com isso, foi lá e fez, afinal, se não fosse ela, outro profissional faria! E muitos profissionais da área estão com esse dilema de: não fazer e outro fazer. Volto a frisar: fazer um ensaio não é algo essencial para a vida das pessoas, por mais que seja de gestante ou de quinze anos. Pessoas conseguem conviver sem isso, pelo menos em um período da vida.


A doença não parece ter chegado ao seu ápice no Brasil, os números que aparecem nos noticiários são menores, em relação às pessoas que morrem de COVID-19, mas não fazem o teste e morrem como "suspeitos". Todos os dias, quando acordo com vontade de fotografar, criar e produzir, coloco tudo isso na balança. De um lado, sabemos que é possível fazer um set seguro, com riscos de contaminação minimizados, de outro lado, sabemos que é simplesmente desnecessário uma sessão num período desses. Vemos a grande emissora do Brasil se contradizendo e sabemos que muitos profissionais estão passando necessidade por estarem mais de cinquenta dias parados. No Estado de São Paulo, a quarentena deve se estender por pelo menos mais vinte dias e tem tudo para ir adiante mais um mês, de acordo com os gráficos.


E você, fotógrafo ou fotografada, o que acha disso tudo? Quando voltar?


#ensaio #quarentena #pandemia


Fernando De Santis - Todos os direitos reservados

fotografia | sensual | ensaio