BLOG

E a 24mm serve para fotos sensuais?

Com os estudos, leituras e vídeos, somos bombardeados com informações de que grandes angulares não são indicadas para fazer retratos ou fotos em ensaios sensuais. Vou focar (com todo respeito ao trocadilho) mais no caso de ensaios sensuais. Sabemos que grandes angulares funcionam muito bem em ensaios de moda, por exemplo, sabemos também que mestres da fotografia utilizavam a 24mm para retratos, como o caso do fotógrafo Platon.


Jéssica Gomes em uma 24mm
Jéssica Gomes em uma 24mm

Nesse texto falarei mais da 24mm, mas vale pensar que se você souber pensar nos ângulos certos, a 20mm e principalmente a 28mm servem também para esse tipo de trabalho.


Vamos partir também do princípio que estou falando de 24mm em câmeras full frame, não cropadas. Uma 24mm em uma câmera crop fica 36mm e 38,4mm em Nikon e Canon, respectivamente. Nesses casos, não há muito o que discutir, a distorção fica bem pequena, e totalmente aceitável para ensaios sensuais.


Em câmeras full frame notamos bem a distorção e se você souber usar os ângulos certos, conseguirá resultados bem interessantes com a sua grande angular.


Colocar a modelo no centro da composição já te facilita muito, pois as distorções ocorrem principalmente nas bordas da fotografia. Reparem que na foto da Jéssica, (acima) a modelo ficou com o corpo totalmente proporcional, pois eu a coloquei no centro da composição, e tem uma folga nas bordas, onde tende a distorcer mais.


Carol Trevisan em um mergulho, com a 24mm
Carol Trevisan em um mergulho, com a 24mm

Nessa foto da Carol Trevisan, deixei-a na diagonal da cama, subi em um banco para fazer esse mergulho. Não houve distorção, e as pernas começaram a ter uma leve alongada, se estivessem esticadas, e não dobradas, a modelo ficaria com a sensação de ser mais alta, com as pernas bem mais compridas. É um belo efeito, se aplicado nas pernas.


Vale sempre ressaltar o cuidado para não distorcer a cabeça, por exemplo, e nem deixa-la com o tronco alongado e as pernas normais, pois passa uma sensação incômoda, para quem observa a fotografia.


Marjorie Ono e uma 24mm
Marjorie Ono e uma 24mm

Outra boa forma de utilizar a grande angular, seja ela 20mm, 24mm ou 28mm é em um contra mergulho. É um artifício comum e muito usando nas fotografia de moda, para alongar as pernas da modelo. Observe a modelo Marjorie Ono, posando com a sua mala de viagens, veja como as pernas ficaram alongadas nessa foto.


Pense que se eu fizesse essa mesma forma em um mergulho (de cima para baixo), a modelo ficaria com a cabeça alongada e o corpo atarracado, certamente não iria agradar nem a ela e a ninguém que observasse a foto.


Temos que entender que muitas das regras que (cagam) falam por aí, são apenas regras, mas na fotografia, podemos quebra-las, a fotografia é subversiva.


Se você tem vontade de fotografar uma pessoa com uma grande angular, fotografe, não é errado, só entenda como a lente e a distorção afetam o corpo do pessoa que está posando. Se quer entortar horizonte, se quiser cortar articulações, se quer não usar regra dos terços, faça! A foto é sua e a arte é sua, apenas lembre-se de seguir o briefing, caso seja um trabalho pago.


E nunca se esqueça: para você poder quebrar as regras, é preciso conhecê-las, para saber que está quebrando. Então estude, pratique, observe seu material, e no final, pense se te agradou ou não. Se você ficou satisfeito com o resultado, então a foto ficou certa.


#24mm #lente #técnica #jessicagomes #caroltrevisan #marjorieono