BLOG

Diário de um fotógrafo

Ás vezes precisamos sair um pouco do que nós fazemos habitualmente, para respirarmos novos ares. Fotografei recentemente a modelo Victoria Peagno. Sempre fui fã da Vic, mesmo antes de ser um fotógrafo exclusivo de ensaios femininos, eu já acompanhava o trabalho dessa modelo, com essa pegada de moda, com cara de revista Vogue.


Vic Peagno, pintando
Vic Peagno, pintando

Lembro que fiquei feliz demais quando a fotografei pela primeira vez (leia-se nervoso), e hoje, já me sinto confortável e à vontade fotografando-a. Acho que foi nossa quarta sessão, e desta vez, pensei em juntar as artes. Vic além de ser modelo, é uma ótima pintora, faz quadros de retratos femininos, com cores e formas fortes.


O plano era simples: pinte e eu registrarei. Pegamos um cobertura, no Centro de São Paulo (eu já tinha feito duas sessões lá). A vista é deslumbrante, com a cidade aos pés. Colocamos o cavalete ali próximo à janela, num contraluz, apontei um octabox com um flash apontado para ela, e um flash apontado para o teto e fizemos.


Eventualmente eu desligava os flashes, só para fazer com luz natural. Enquanto ela pintava, eu pedia para olhar para lá, para cá, etc.


A sessão contou com suas presenças ilustres: uma, do filho de cinco anos da Vic, o Joca, figura demais, que sempre aparecia para pedir coisas no celular da mamãe, e outra, foi a presença do sol, que foi se ponto e trazendo uma luz laranja linda, atrás dos prédios e lavando o apartamento com uma luz quente fenomenal.


Aproveitamos para fazer umas fotos do lado de fora, e tudo que tínhamos de quente era a luz, pois estava gelado demais e ventando demais. Modelo sofre!


Vic ainda posou para uns retratos, com algumas de suas obras ao fundo, e terminamos quando o céu tinha mais preto do que azul.


Sessão deliciosa, para descansar a cabeça e fazer trabalhos diferentes, do que estou habituado.

Pôr do sol, incrível, de outono
Pôr do sol, incrível, de outono

#vic #victoriapeagno #ensaio #diário #diáriodeumfotógrafo